Curso autorizado pela Portaria MEC/SERES nº 847, de 22 de dezembro de 2016, publicada no DOU em 23 de dezembro de 2016.

OBJETIVOS

O Objetivo geral do curso é formar um Engenheiro de Computação com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, e uma sólida formação técnico-científica e profissional, capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, e com atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas.

Objetivos Específicos

Pode-se elencar como objetivos específicos do Curso de Engenharia de Computação:
I. desenvolver práticas inovadoras no ensino de Engenharia de Computação;
II. motivar o afloramento de novas ideias e de espírito crítico de forma que o estudante possa tomar consciência do processo no qual ele está inserido, possibilitando manifestar sua capacidade de liderança e de tomada de decisões;
III. desenvolver atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão, gerando condições que permitam ao aluno a excelência na sua formação;
IV. desenvolver a capacidade de trabalho do futuro profissional, tanto do ponto de vista prático quanto teórico, melhorando sua comunicação oral e escrita;
V. favorecer o desenvolvimento de habilidades particulares, de acordo com as aptidões, o interesse e o ritmo próprio do estudante;
VI. responder às expectativas de mercado de maneira eficiente;
VII. motivar o desenvolvimento da criatividade e do caráter exploratório do graduando; VIII. intensificar a formação humanística do futuro profissional;
IX. ampliar e consolidar a atuação na comunidade externa, nas diferentes áreas do conhecimento, contribuindo para efetivar a cidadania;
X. incentivar o pleno conhecimento dos anseios e necessidades locais, mostrando as deficiências e estimulando a proposição de soluções concretas para os problemas sociais, tornando o futuro profissional em um agente transformador;
XI. colaborar com os poderes públicos no diagnóstico das suas reais condições, socializando tecnologias de diferentes áreas do saber;
XII. definir e adotar política ambiental interna, com vistas a estimular iniciativas e participações em projetos e ações para recuperação e preservação dos ecossistemas locais e regionais.

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES ESPERADAS DO EGRESSO

As habilidades e competências que o egresso do curso de Engenharia de Computação da GRAN TIETÊ deve possuir são:
I - aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia;
II - projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados;
III - conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos;
IV - planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia;
V - identificar, formular e resolver problemas de engenharia;
VI - desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas e técnicas;
VI - supervisionar a operação e a manutenção de sistemas;
VII - avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas;
VIII - comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica;
IX - atuar em equipes multidisciplinares;
X - compreender e aplicar a ética e responsabilidade profissional;
XI - avaliar o impacto das atividades da engenharia no contexto social e ambiental;
XII - avaliar a viabilidade econômica de projetos de engenharia;
XIII - assumir a postura de permanente busca de atualização profissional. Diante dos objetivos e das habilidades e competências do curso de Engenharia de Computação da GRAN TIETÊ os egressos deverão desenvolver as seguintes atividades:
I. supervisão, coordenação e orientação técnicas;
II. estudo, planejamento, projeto e especificação;
III. estudo de viabilidade técnico-econômica;
IV. assistência, assessoria e consultoria;
V. direção, execução e fiscalização de obra e serviço técnico;
VI. vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico;
VII. desempenhar cargos e funções técnicas, elaborar orçamentos e cuidar de padronização, mensuração e controle de qualidade;
VIII. coordenar equipes de instalação, montagem, operação, reparo e manutenção;
IX. executar desenho técnico e se responsabilizar por análise, experimentação, ensaio, divulgação e produção técnica especializada;
X. coordenar e supervisionar equipes de trabalho;
XI. realizar estudos de viabilidade técnico-econômica;
XII. executar e fiscalizar obras e serviços técnicos;
XIII. efetuar vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres.
XIV. considerar em suas atividades, a ética, a segurança, a legislação e os impactos ambientais.


CAMPO DE ATUAÇÃO

O Engenheiro de Computação se torna habilitado para solucionar problemas de eletromecânica, desenvolver dispositivos controlados por computador, analisar e refinar dispositivos em linhas de produção, projetar e construir dispositivos eletrônicos e desenvolver sistemas computacionais, podendo atuar em indústrias, na área de automação industrial, fábricas de software em geral e empresas de comunicação de dados.

DURAÇÃO
5 anos

CARGA HORÁRIA MÍNIMA
4.000 horas

MATRIZ CURRICULAR

Algoritmos e Programação
Arquitetura e Organização de Computadores
Automação Industrial
Banco de Dados
Cálculo Diferencial e Integral I
Cálculo Diferencial e Integral II
Cálculo Diferencial e Integral III
Ciência do Ambiente
Ciências e Tecnologia dos Materiais
Circuitos Digitais
Circuitos Elétricos
Comunicação e Expressão
Desenho Técnico e Computação Gráfica
Direito
Economia
Eletricidade e Eletromagnetismo
Eletrônica Analógica e Digital
Engenharia de Software
Equações Diferenciais
Estágio Supervisionado I
Estágio Supervisionado II
Estatística e Probabilidade
Estrutura de Dados e Programação
Ética Geral e Profissional
Fenômenos de Transporte
Filosofia
Física Geral e Experimental I
Física Geral e Experimental II
Fundamentos da Administração
Geometria Analítica e Cálculo Vetorial
Gestão Ambiental
Gestão da Tecnologia
Gestão de Projetos
Informática Aplicada e Lógica Computacional
Instrumentação
Introdução à Engenharia de Computação
Matemática Discreta
Mecânica
Metodologia da Pesquisa Científica
Métodos Numéricos
Modelagem de Sistemas Dinâmicos
Optativa I
Optativa II
Paradigmas de Programação
Programação Concorrente e Distribuída
Projeto de Graduação I
Projeto de Graduação II
Projeto Integrador I
Projeto Integrador II
Projeto Integrador III
Psicologia
Química Geral e Inorgânica
Redes de Computadores
Sinais e Sistemas
Sistemas Avançados
Sistemas de Controle
Sistemas de Transmissão de Dados
Sistemas Digitais
Sistemas Inteligentes
Sistemas Operacionais
Sociologia
Teoria da Computação

OPTATIVAS

Administração de Conflitos
Compiladores
Computação e Programação Paralela
Empreendedorismo
Inglês Instrumental
Introdução à Robótica
Libras - Linguagem Brasileira de Sinais
Otimização de Sistemas
Saúde e Segurança no Trabalho
Segurança de Redes
Tecnologia e Sociedade